• 0
  • 1 Faculdade Dom Pedro II - São Carlos-SP (1928-2009)
    Acervo Valentim Gueller Neto
  • 2 Bonde da Carne São Carlos–SP (1912-1962)
    Acervo Raymond DeGroot
  • 3 Estação Ferroviária de São Carlos-SP (1925)
    Acervo Valentim Gueller Neto

Estação 26 -A Usina Hidrelétrica de Itatinga - Bertioga-SP e a Locomotiva Itapema

| |
A Usina Hidrelétrica de Itatinga, em Bertioga - SP, possui uma ferrovia de bondes há 100 anos, e continua em operação. Já é centenária, teve o início de suas obras em 1902, foi inaugurada em 10/10/1910 para gerar energia elétrica para o Porto de Santos. A pequena
locomotiva Itapema sempre foi o destaque nostálgico daquela ferrovia. Fotos 01 e 02



Vila de Itatinga em 1910, ano de sua inauguração. Foto 03


Em março de 2002 eu estive lá, e para se chegar à Usina, é necessário fazer a trevessia do rio Itapanhaú, em uma embarcação da CODESP - Companhia Docas do Estado de São Paulo. Foto 04







Após a travessia, começa a ferrovia dos bondes elétricos que puxam ou empurram os reboques. A ferrovia foi e ainda continua sendo o único meio de transporte de passageiros e de carga, entre a Usina e Bertioga. Foto 05





A viagem leva aproximadamente uns 20 minutos, e a ferrovia possui 7,2Km para os bondes de passageiros elétricos que servem a vila, e mais 4,5Km de ferrovia de carga não eletrificada, que dão suporte ao funcionamento do complexo de geração de energia, totalizando 11,7Km . Em 2002, toda a ferrovia também era operada pela locomotiva a vapor Itapema. Foto 06

No percurso, o bonde passa na encosta da serra, onde se pode ver manacás, orquídeas, quedas d´agua e corredeiras. Estava chovendo, e o dia não estava propício para fotos, mas neste vídeo você pode conferir um pouco das belezas daquele santuário ecológico:



Saindo do corredor de vegetação, o bonde adentra à Vila de Itatinga. Nela moravam, e ainda moram alguns trabalhadores da Usina e suas famílias, mas hoje a grande maioria mora em Bertioga. Na Vila inglesa de Paranapiacaba - Santo André - SP, tudo aconteceu em função da SPR - São Paulo Railway, e na Vila inglesa de Itatinga tudo aconteceu e acontece em função da UHI - Usina Hidrelétrica de Itatinga. Foto 07



Apenas como adendo, em 25 anos aconteceram três grandes inaugurações naquela região serrana e litorânea do Estado de São Paulo, super acontecimentos para a época!
Em 1867, foi inaugurada pelos ingleses a SPR.
Em 1892, a brasileira CDS - Companhia Docas de Santos, inaugurou o Porto de Santos
E em 1910, foi inaugurada a Usina Hidrelétrica de Itantiga, pelos ingleses. Foto 08




Mas vamos voltar à visita: As casas de madeira são muito semelhantes nas duas vilas. Foto 09










São muitas moradias que os ingleses cosntruiram, mas o destaque mesmo é a preservação; a Vila de Itatinga não passou pela descontinuidade que afetou muito a Vila de Paranapiacaba. Foto 10








E em uma elevação, a do casa do engenheiro,
hoje é a sede da Administração da Vila. Foto 11








Detalhe das residências construídas em madeira Pinho de Riga. Foto 12











Mas além da preservação, já existe o choque do novo, a parada do bonde mostra bem isso. Foto 13










Na chegada, a igreja de Nossa Senhora da Conceição, mostrando toda a sua beleza. Foto 14










Seu interior é lindo, aconchegante e nos remete às orações e reflexões. Foto 15











Do alto, uma vista da Vila, e no centro, a ferrovia com alguns vagões e um desvio.
Todos os suprimentos e equipamentos para a Usina são transportados pelos vagões que eram puxados ou empurrados pela Itapema. Fotos 16 e 17







Conversando com o motorneiro do bonde,(maquinista) ele me contou que na época em que todos os trabalhadores da Usina moravam na Vila, aquele transporte era para tudo. O centro dos acontecimentos era Bertioga, e o bonde levava a noiva para casamento, o recém-nascido para o batizado, o morto para o sepultamento, o doente para o médico ou hospital, os alunos para as escolas secundárias e os trabalhadores para o comércio. Desciam no ponto inicial junto à margem direita do Rio Itapanhaú, faziam a travessia através do barco da CODESP, chegavam na margem esquerda, e depois cada um seguia seu destino. Foto 18

Ponto final. O bonde estaciona na lateral da Usina, Foto 19




e a poucos metros é possível ver os dutos por onde a água desce para o acionamento dos geradores. Esta foto foi feita através da janela da locomotiva Itapema. Foto 20













A Itapema estava em manutenção e fumegante para voltar para os trilhos e puxar ou empurrar os vagões e os carros de passageiros sem motor, os reboques. Foto 21












Pequena, mas projetada para vencer todo o traçado serrano da linha. Eu tive a felicidade de vê-la com a fornalha acesa, e a chaminé soltando fumaça. Foto 22














É uma locomotiva de bitola de 0,80m fabricada pela Krauss da Alemanha, em 1895. Segundo o blog Thales Veiga´s Train World , a CDS - Companhia Docas de Santos, comprou, da Krauss, entre 1889 e 1908, 19 locomotivas para a construção do Porto de Santos, e da Usina de Itatinga. Foto 23




A Itapema tem na sua lateral o Nº 12, mas foi a primeira locomotiva da UHI - Usina Hidrelétrica de Itatinga . Começou a operar entre 1904 e 1905, puxou e empurrou os vagões e reboques por 100 anos,
Fotos 24 e 25





e em 2004, foi aposentada e hoje está preservada no jardim da Usina; mas não apita mais e nem solta fumaça pela chaminé; esses detalhes ficaram na lembrança... Foto 26









E para substituir a nostálgica centenária, chegou a modernidade, veja abaixo:
Foto 27













Como minha visita foi muito rápida, cheguei no bonde das 10h30 e voltei no das 12h30, não houve tempo para percorrer e fotografar todos os 11,7Km da via, mas o Caco Bianchi, de Mogi das Cruzes, esteve lá em maio de 2006, e teve mais tempo e sorte do que eu; ele apenas pegou neblina e fez 62 fotos com todos os detalhes daquela ferrovia por onde a Itapema rodou por 100 anos. Clique sobre a foto e confira. Foto 28

Créditos:
Fotos:
01, 04, 05, 06, 07, 11, 14, 16, 17, 20, 21, 22, 23 e 25: José Alfeo Röhm
02: Novo Milênio - Jornal A Tribuna de Santos - Walter Mello

03: Caiçara Expedições - Museu do Porto de Santos - Acervo Novo Milênio
08: Mapa - Google Mapas09: Mashpedia - Rosy Feros10: ARQUITETURISMO - Denise Ferenandes Geribello12: Google Imagem - (beachco.com.br)
13 e 28: Caco Bianchi
15:
18 : Secretaria Municipal de Turismo de Santos - SP
19: Novo Milênio - Jornal A Tribuna de Santos - Walter de Lelo Albuquerque
24: Catálogo 2002 da Suniã Turismo
26: Tons do Mato - Jose Carlos Silvares -
27: Imagem capturada do vídeo "Conheça a Usina de Itatinga em Bertioga" RivieraITV

Vídeos:
Trialogo - Trilhos de Itatinga - Pedal da Praia
Itatinga no Antena Paulista - Luiz F Sales 1
Conheça a Usina de itatinga e Bertioga Riviera ITV
Usina de Itatinga em Bertioga - Vitor Mayer


Colaboraram:
Daniel e Maria Nazareth Gobato Röhm

Indo à Bertioga, mantenha contato com o CONTUR para obter informações sobre visitas na Usina Hidrelétrica de Itatinga. Não perca a oportunidade.

Procurei, mas não encontrei um vídeo com a Itapema em operação. Se você souber de algum, por favor informe aí abaixo, em "comentários".

Obrigado por sua agradável companhia, nos encontraremos certamente na Estação 27.
Abraços, Alfeo.

9 comentários :

Alex Leão disse...

Muito legal! Eu particularmente não tinha muitas infos sobre essa ferrovia, fiquei encantado.

ThalesVeiga disse...

Olá, sou do blog Thales Veiga's Train World, obrigado por ter me citado! Vale lembrar que a Itapema operou junto com a Lavoura e a Mont Serrat em Itatinga. Meu avô, que morou em Itatinga antes da eletrificação da via, disse que outras locomotivas chegaram a operar lá, como por exemplo a Sandy.

Anônimo disse...

Que lugar é esse: Maravilhoso,Magnifico, qual será para melhor descrever?
Parabens!!! a você que fotografou, relmente você é um grande privilegiado. E ainda teve o prazer dos presenter com seu maravilhoso trabalho. Em quanto eu não conhecer pessoalmente, ficarei inquieto, é muito lindo este lugar.

Marcio Rodrigues
mrodbueno@hotmail.com

Christian Steagall-Condé disse...

Mues pais se mudaram para BORACÉIA e ainda nao tive chances de visitar a estratégica e inacreditável Usina, erigida no meio do nada, verdadeiro oásis de um pais que começava a se industrializar.
Depois deste teu resgate fantástico, deste ano, não passa e vou armado até os dentes, com ajuda da meteorologia, passar uma tarde por lá...

Zé Gaiato disse...

tenho um site sobre ITATINGA, em http://www.oocities.org/ferrovias_brasil/itatinga.htm que detalha um pouco mais da vida dessa ferrovia e de seu material rodante. Gostei da reportagem. Marcello Tálamo

Anônimo disse...

Morei na infância nesta Vila, bons anos.

Letícia disse...

Olá,
muito interessante a sua pesquisa, aposto que vai servir muito para a minha aula de ciências, tive que fazer um trabalho sobre usina hidrelétrica então em vez de entrar no Yahoo que não tenho muita confiança e ganhar ponto negativo ou então no Wikipédia que também as pessoas podem mudar ou escrever tudo o que quiserem mesmo não sabendo o que significa ou alguma coisa parecida.
Então, muito obrigada pela sua ajuda.
Letícia Dantas 11 anos

Anônimo disse...

Quero visitar, como faço?

José Alfeo Röhm disse...

Caro Anônimo, para obter informações sobre visitas na Usina Hidrelétrica de Itatinga, mantenha contato com o Conselho Municipal de Turismo - COMTUR de Bertioga. Não perca a oportunidade. Abraços, Alfeo -Lugar do Trem.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!