• 0
  • 1 Faculdade Dom Pedro II - São Carlos-SP (1928-2009)
    Acervo Valentim Gueller Neto
  • 2 Bonde da Carne São Carlos–SP (1912-1962)
    Acervo Raymond DeGroot
  • 3 Estação Ferroviária de São Carlos-SP (1925)
    Acervo Valentim Gueller Neto

Estação 43 - Os Bondinhos Artesanais de São Carlos - SP

| | Comments: ( 3 )
O saudosismo dos bondes que circularam em São Carlos - SP, entre os anos de 1914 e 1962, se manifesta através de encontros, entrevistas, contos, crônicas, livros, reportagens, poemas,  poesias,  músicas, abraços, filmes, teatro e do artesanato. Sãocarlenses, ou aqueles que escolheram a cidade para fincar raizes, artesões extremamentes habilidosos na arte da madeira, materializam suas saudades, reproduzindo os bondes em escalas reduzidas. Na verdade, todos nós que vivemos a era dos bondes, gostaríamos de ter um deles, no tamanho real, em nossas casas. Como isso é impossível, vão surgindo os modelos miniaturizados e, em 12 de julho, eu comecei a localizá-los. Foto 01




Partindo das dimensões originais  do bonde que está exposto na praça ARCESP, na Vila Nery,  com o comprimento de 8m, largura de 2,10m e altura de 2,90m; cada artesão escolhe uma escala e modela seu bondinho. O primeiro, é esse acima e ao lado, provavelmente é um dos bondinhos artesanais mais idosos da cidade. Foi modelado pelo Sr Julio Arab, que era proprietário da Fábrica de Espelhos Regit Arab,  que localizava-se na rua Roberto Simonsen, 2180  , ao lado da Escola SENAI, Vila Prado. Foi modelado no final dos anos 70 e início dos 80; tem seguramente, uns 30 anos. Suas dimensões são: comprimento 47cm, largura 11,3cm e altura 18cm. Está na escala aproximada de 1:17. Foto  02




O escritório ficava do lado direito dos barracões. Nos anos 80, em uma prateleira, no alto junto a parede do fundo, o bondinho ficava exposto. Fotos 03 e 04





Em 2003, o Seu Julio presenteou, com o bondinho, seu barbeiro, Luiz Rossi, o "Luiz Borracha", pois o mesmo cortou os cabelos dele por mais de 50 anos. O presente se tornou  a "jóia rara da família".  O "Luiz Borracha" é proprietário do Salão Vila Rica, localizado na rua São Sebastião, 2300 - Centro. Fotos 05 e 06

                      




O segundo bondinho que encontrei, ficava dentro de uma vitrine, e servia de adorno sobre a porta da "Serraria do Bonde", mas, foi retirado para  preservação. Foto 07






Foi modelado em 1979, pelo Luciano Gonçalves, que contou com o apoio e idéias do pai Nicola, "Seu Nicola do Bonde", e do irmão Antonio Carlos, o "Mané". Em idade, empata com o anterior, uns 30 anos. Foto 08




Mede 73cm de comprimento, 21,5cm de largura e 24,5 cm de altura. É todo em madeira e está na escala aproximada de 1:11.  Fotos 09 e 10



                              





Se você quiser vê-lo, aí vai o endereço: "Serraria do Bonde" Rua Duarte Nunes, 1218 - Boa Vista, São Carlos - SP.       Fotos 11 e 12




O terceiro bondinho foi modelado pelo ferreomodelista e maquetista Sergio Paulo Doricci, para o IVº Encontro da Frateschi , em 2000, na cidade de Ribeirão Preto.  Entre muitos participantes do concurso de modelos, foi o primeiro colocado. Foto 13







A modelagem teve como base um carro de passageiros da EFCB - Estrada de ferro Central do Brasil, fabricado pela Frateschi.  Foto 14



É um bondinho pequeno e foi modelado na escala HO - 1:87. Suas dimensões são: comprimento 9,2cm, largura 2,4cm e altura: 3,3cm.  Completou 12 anos no dia 18 de agosto, no 16º Encontro da Frateschi. Foto 15



Quanto menor o modelo, maiores são as dificuldades dos detalhes. Foto 16



Mas, mesmo pequeno, o bondinho é rico em detalhes. Foto 17



E nos encontros de ferreomodelismo e eventos da Fundação Pró-Memória,  
o bondinho é colocado na maquete da Estação Ferroviária. É uma obra de arte,
riquíssima em detalhes, também de autoria do Doricci. Foto 18
                            




O quarto bondinho, foi apresentado ao público, no 3º Encontro de Ferreomodelismo de São Carlos, em 24 de abril de 2010. É tracionado por correias, polias e roldanas. Numa velocidade bem baixa, ele percorre as ruas  da área urbana da maquete. Foto 19




O artista que o modelou é o Sr. Antonio Joaquim Cruz, marceneiro que monta presépios mecanizados há 75 anos e, em 28 de outubro de 2012, completará 90 anos. É o menor de todos e próximo da escala 1:100. Suas medidas aproximadas são: comprimento: 8cm, largura 2,1cm e altura 2,9cm. Foto 20



Sob a maquete, existe um conjunto incrível de transferência de movimentos, todo construído também de forma artesanal. Um motor acoplado a um eixo  com polias de madeira e correias.  Mecânismos simples, mas que somente a genialidade do Sr. Antono Cruz consegue fazer funcionar. É esse conjunto que faz o bondinho  circular na maquete. Fotos  21    e 22  



O quinto bondinho começou a ser produzido em 2002, para decorar uma loja de supermercado da cidade, na Vila Nery. O restaurador e maquetista Daniel*, chegou a montar sua estrutura, mas os planos empresariais mudaram e o local que estava destinado para  ele, teve uma outra ocupação. O artista plástico Antonio Alfonso Luciano, que também trabalhava no projeto de decoração daquela loja, o comprou ainda na fase estrutural. Foto 23



Foi uma pena que o local inicialmente destinado a este  bondinho tenha mudado de rumo, pois, hoje, teríamos na Vila Nery, dois bondes. O primeiro, o real, na Praça ARCESP e o segundo, a réplica, em escala reduzida, numa loja do bairro. Foto 24



Ficou guardado até 2011, quando os trabalhos  foram retomados pelo Alfonso.Foto 25



E os detalhes, pintura e acabamentos, foram incorporados. Foto 26



Suas dimensões são: Comprimento: 1,35m, largura: 0,36m e altura: 0,53m. E a escala é de 1:6. Como se trata de um modelo bem maior, o grau de detalhismo também é   maior.   Foto  27 e 28             
               

             
                       











Este bondinho está à venda, se você se interessar,  entre    em contato com o Alfonso: alfonso.artes@gmail.com       Foto 29 
   


O sexto bondinho está "nascendo". O artesão e artista Orlando Rodolpho começou a fotografar e medir o bonde "7" do Balão do Bonde, em março de 2012. Com as fotos e as medidas do bonde original, passou a desenvolver este modelo na  sua marcenaria, na sua residência; e também, nas aulas da Oficina de Brinquedos Tradicionais de Madeira, que semestralmente é oferecido pela Fundação Pró-Memória  de São Carlos. As aulas acontecem na plataforma da Estação Ferroviária - Estação Cultura. tendo como instrutor, o marceneiro Antonio Carlos de Lima, que atua na marcenaria daquela Fundação. Foto 30



O bondinho está sendo construído rigorosamente na escala de 1:10 e suas dimensões são: comprimento: 80cm, Largura: 21cm e  altura 29cm. Foto 31 e 32                   



 Os rodeiros são raiados, muita dificuldade em fazer os raios! Fotos 33 e 34 
                                        


                                       Está sendo construído em sub-conjuntos que se encaixam 
Fotos 35 a 38


                                        e, quando estiver pronto, vai ser uma réplica detalhada
                                           do bonde "7", da linha "3", que está preservado na
                                           praça ARCESP - Associação dos Representantes 
                                          Comerciais do Estado de São Paulo, local mais mais
                                      conhecido como "Balão do Bonde", na Vila Nery. Foto 39
                                        

                                                         
  Comparando os tamanhos:   Foto 40

Esta postagem começou com o amigo Hernani Giampá Braga, que me contou que o Alfonso havia feito um bondinho fantástico. E eu fui conferir.  Aí surgiu a idéia de localizar outros para compor uma postagem e perguntando, um foi indicando o outro, até o sexto bondinho. Para poder conhecer e fotografar as obras de arte, fui visitando cada artista: em 12 de julho de 2012, o Alfonso; 27 de agosto, o Orlando, 04 de setembro, o Doricci e o Sr Antonio Cruz, 07 de setembro, o " Luiz Borracha", que foi presenteado com o bondinho do Julio Arab e em  12 de setembro, a Família Gonçalves da "Serraria do Bonde". Desses encontros, já tem algo muito interessante acontecendo, o bondinho modelado pelo Sr. Julio Arab e que está com o "Luiz Borracha", está sendo restaurado pelo Orlando Rodolpho. Certamente, não localizei outros artesãos que, por saudade ou memória, também modelam os bondinhos de São Carlos, mas o espaço deles está garantido e conforme as notícias forem chegando, esta postagem poderá crescer, ou surgir uma outra.

Continuando... No dia 30 de setembro, o Orlando me telefonou e contou que a restauração do bondinho do "Luiz Borracha" estava pronta. Em 02 de outubro, eu fui conferir e agora, o bondinho ficou assim:

          ANTES - Foto 41                                                                      E DEPOIS, UM SHOW!!!  Foto 42














Créditos
Fotos:
04 - Rua Roberto Simonsen, 2180 - Google Mapas
23 e 24 - Antonio Alfonso Luciano
37 - Allen Morrison - Willian Janssen
Demais: José Alfeo Röhm
Sites:
Jornal 1ª Página - São Carlos-SP
The Tramways of  Brazil - Allen Morrison  
Partciparam;
Maria Nazareth, Daniel e Lika Röhm
Agradecimentos:
Antonio Alfonso Luciano
Antonio Carlos de Lima - Pró-Memória São Carlos
Antonio Cruz
Daniel*, restaurador e maquetista, não consegui o sobrenome, nem o contato
Hernani Giampá Braga
Luiz Rossi - "Luiz Borracha"
Orlando Rodolpho
Sergio Paulo Doricci

Obrigado por sua agradável companhia, nos encontraremos certamente na Estação 44.
Abraços, Alfeo.

OBS: Se você tiver dificuldade em fazer um comentário na janela aí abaixo, entre como anônimo, e cite seu nome e e-mail no final do texto.

Estação 42 - 16º Encontro de Ferreomodelismo Frateschi

| | Comments: ( 3 )




                                                 Em 18 de agosto de 1967,
                                                 nascia a FRATESCHI. Seus











                                                            foram comemorados no

AS NOVIDADES:

Os Ipês floridos da maquete do Laercio,  do                                        
 Grupo São-Carlense de Ferreomodelismo -
                     GRUSCFER



         OBS: Clique sobre as fotos que ampliam.







Na maquete temática do Sergio Paulo Doricci, o
caminhão,  com a escada Margirus, e um Bombeiro fazendo a poda da árvore.







Na mesma maquete, um acidente com um carro capotado e as viaturas de socorro.


                                                                   













                                                                         VÍDEO




A maquete profissional do José Balan Filho, de Curitiba, cresceu muito; VALENE,  uma siderúrgica dos anos 40, riquíssima em detalhes.










                                     
 O lançamento da composição da MOGIANA, pela
                            FRATESCHI .


                                                                                               










                                                        O CONCURSO DE MODELOS:


Locomotivas elétricas,










diesel e vapor.





Composições de carga,










uma, da Estrada de Ferro Perus Pirapora - EFPP   e





as composições de passageiros.









Vários vagões  e um gôndola com porta operacional. 


Um vagão prancha com carga de containers.


Além dos vagões, duas locomotivas a vapor, a preta,  da MOGIANA - EFM e a verde, da SOROCABANA - EFS.


Um hopper azul  e um gôndola.


Dos anos 50, uma locomotiva ATMA.

Um diorama, com uma oficina.


Várias estações,


das mais antigas e tradicionais,


à mais moderna

AS RARIDADES:

Vagões institucionais: Em 1978, foram fabricados pela FRATESCHI, apenas 200 exemplares para a SOMA presentear seus clientes. Coleção Celso Frateschi


Um vagão tanque SOMA-DOW nas mãos do Engº Celso Frateschi. Coleção Celso Frateschi


                                    Dos anos 50, uma composição da ATMA
                   



E um terminal de óleo, premiado em um Encontro passado. Acervo Celso Frateschi

AS ASSOCIAÇÕES







                                                             e o Marcelo, de Leme-SP



 
 apresentaram muitos detalhes nas maquetes:
 O homenageado que dá nome a essa escola, em São Carlos, é mais conhecido como "Seu Nicola do Bonde". Foi ele quem salvou os dois bondes que estão expostos nas praças da cidade.










O hospital, em dois pavimentos,














a agência dos Correios e o caminhão dos anos 50.














As igrejas, esta com cúpula da torre arredondada,














e esta com o acabamento da torre em forma de pirâmide.













A mercearia, o fusca e o Karmann Ghia dos anos 60.














O bar do Geléia e o furgão dos anos 50.














As casinhas das turmas de trabalhadores da CP -  Companhia Paulista.













O travessão com os sinaleiros,














e mais uma semente germinando,  uma maquete em construção.














    A loja da FRATESCHI esteve com o

           
                


         


         

                                                           A        
levou muitos artesanatos.

                                                             
                                                                     Na hora da fome...

                                               


E o público retribuiu todo o esforço para o preparo e montagem do Encontro,  foi conferir


 e curtiu.




          As lembranças. 
                                                           VEJA MAIS:

                                                      São Carlos Em Rede

                                                        São Carlos Agora

                                                   São Carlos Agora - Fotos

                                                            1ª Página


                                 Realizaram:


Créditos:
Fotos e vídeo:
José Alfeo Röhm
Colaboraram:
Maria Nazareth, Daniel e Lika Röhm

Obrigado por sua agradável companhia, nos encontraremos certamente na Estação 43.
Abraços, Alfeo.

OBS: Se você tiver dificuldade em fazer um comentário na janela aí abaixo, entre como anônimo, e cite seu nome e e-mail no final do texto.