• 0
  • 1 Faculdade Dom Pedro II - São Carlos-SP (1928-2009)
    Acervo Valentim Gueller Neto
  • 2 Bonde da Carne São Carlos–SP (1912-1962)
    Acervo Raymond DeGroot
  • 3 Estação Ferroviária de São Carlos-SP (1925)
    Acervo Valentim Gueller Neto

Estação 41 - O Regresso ao Lar

| |
Depois de 41 anos, a locomotiva Baldwin, que permaneceu durante todo esse tempo na praça Brasil, na Vila Nery, em São Carlos - SP, voltou para as suas origens, a Estação Ferroviária - Estação Cultura. Foto 01


     Antes de ser a "821" da 
                                                                  
Companhia Paulista de Estradas de Ferro,
                                                                       foi a "7" da
       Companhia Estrada de Ferro do Dourado,
 a Douradense.
Fotos 02 e 03 

Do acervo do amigo Alberto Henrique Del Bianco, pesquisador
da  Douradense,  esta foto muito rara da "7" da CD,
 na  rotunda de Ibitinga.  Foto 03.1


Quando ativa na CP, servia o ramal entre São Carlos - Santa Eudóxia. Em 1949, a menina Elisabeth Storm e o menino Frederico Friedmann, alemães, moravam na fazenda Cascata, em Água Vermelha.  Elisabeth vinha estudar em São Carlos e o meio de transporte era o trem puxado por essa locomotiva, a 821 da Companhia Paulista. Foto 04 




Sobre essa carteirinha de passe da CP, o Frederico Friedmann, esposo da      Elisabeth há 50 anos, escreveu o manuscrito ao lado. Foto 05 












E em 15 de janeiro de 1967, o Frederico fotografou a filha  Matilde, sobre o limpa trilho da locomotiva M2 da Companhia Itaquerê, em Nova Europa-SP. Essa foto se tornou histórica, e  todos querem saber quem é a menininha da foto. É a Mathilde  Friedmann, com 5 anos. Foto 06 






Depois dessa pequena introdução, vamos à 821 da CP.
Ela foi doada pela Companhia Paulista de Estradas de Ferro à Prefeitura Municipal de São Carlos, em 1971.
Foto 07 

















A inauguração como novo elemento da praça Brasil deu-
se em  7 de Setembro de 1971.  Na foto, o morador da Vila
Nery, Djalma Chinaglia, que acompanhou a chegada, e  o
 descarregamento da  locomotiva.  Foto 08

Na época, foi transportada por um dos caminhões  da
transportadora " Expresso São  Carlos". Não havia
 guinchos e "Munk", tudo foi  feito com  calços e alavancas
      de madeira. O motorista foi o Aureliano Fernandes,  o "Sula",
 o  mesmo   que trabalhou na Universidade Federal de
  São Carlos - UFSCar, por muito anos.



Inicialmente, o alambrado para evitar o acesso era de apenas de uma altura, mas em pouco tempo, precisou ser duplicado. Foto 09 - 1980 











E, depois de alguns anos, ganhou cobertura, e em junho de 2012, com a revitalização da Praça Brasil, a  Fundação Pró-Memória  decidiu pela transferência da locomotiva daquela praça, para a Estação  Ferroviária - Estação Cultura. Foto 10 






A saída foi lenta e cheia de dificuldades... Foto 11














A operação complicada de transferência da Baldwin e do tender foi realizada pela AZZOSIL  de São Carlos. O início foi no dia 25 de junho de 2012, por volta das 10h, com a retirada do tender.  Depois, até chegar próximo do gramado, a locomotiva foi puxada e arrastada sobre os trilhos, pois os mecanismos  estão travados e os rodeiros maiores não rodaram. Foto 12



O Frederico Friedmann , também
 foi dar uma mãozinha.... Foto 13 






Deslizava e tendia a descer das placas de aço que serviram de "ponte" sobre o gramado. Foto 14













Depois de muitas tentativas, foi içada por um guincho e puxada. Foto 15












No local onde ela estava, ficou o vazio... Foto 16 




O tender já havia sido retirado, e como as rodas
estavam soltas, ao ser puxado, rodou com facilidade sobre os trilhos e placas de aço. Foto 17 










E também por pesar bem menos do que a locomotiva, foi colocado sobre a carreta com mais facilidade. Foto 18 












Já estava escurecendo quando a locomotiva foi levantada e colocada sobre a carreta.   Foto 19 













No planejamento inicial, a carreta deveria sair da praça Brasil entre 16h e 16h30, mas com as dificuldades que foram se somando, o transporte teve início por volta das 21h. A rota alternativa foi descer a rua Marechal Deodoro, na contramão, entrando à esquerda, e também na contramão, na  av. São Carlos, até a rua Bento Carlos. Foto 20 






Entrando na mesma à direita e seguindo até a praça Antonio Prado, defronte à Estação, seguindo à direita pela rua Visconde de Inhauma,   Foto 21











até a rua General Osório, entrando à esquerda na mesma,e após uns cem metros,   Foto 22 














atravessou a passagem de nível e já estava no pátio  ferroviário. Foto 23













A locomotiva e o tender foram descarregados ao lado de uma via secundária e, na frente do armazém,
foram 12 horas de muito trabalho! Foto 24 










No dia 26, pela manhã, a locomotiva e o tender defronte ao armazém,  formavam uma imagem nostálgica. Foto 25 












No dia 28, por volta das 13h, teve início a operação de colocar a locomotiva dentro da plataforma. Foto 26 












A Baldwin foi colocada sobre um vagão prancha cedido pela ALL,  Foto 27














e transportada para a linha junto à plataforma.
Foto 28 















Para o acesso do guindaste foi construída uma "cama" de dormentes. Foto 29 














O guindaste se aproximou do vagão prancha para fazer o içamento da locomotiva,  mas as dificuldades eram grandes e o tempo muito curto. E, quando já estava tudo praticamente pronto para a remoção da locomotiva, chegou o aviso:
"O trem vem vindo"   Foto 30 









 Rapidamente, tudo teve que ser desmontado; o guincho afastado e o vagão prancha com a locomotiva em cima, puxado para o desvio próximo da passagem de nível da rua General Osório.  Foto 31








Depois que o trem passou, tudo recomeçou... Foto 32 














Na cabeceira direita da plataforma, a foto da Baldwin, e ela se aproximando à esquerda. Foto 33 












E novamente foi posicionada...  E chegou o aviso:      "O trem vem vindo"  Tudo foi mais uma vez desmontado e o vagão prancha foi empurrado desta vez, para o desvio existente próximo da praça Itália. Essas operações de montar e desmontar, por causa da aproximação de um trem, aconteceram no mínimo três vezes.  Foto 34






Finalmente, para ajudar no posicionamento do
guindaste, a locomotiva GP9 foi invertida, Foto 35 












e no final da tarde,  a locomotiva foi
 retirada  de cima da prancha,   Foto 36 




e descarregada na plataforma. Foto 37 













Deu sorte! Logo após o descarregamento, veio outro trem, a
  locomotiva estava com os faróis acesos. Foto 38 





 E  para encerrar a tarde,  a Baldwim foi virada.
Foto 39














No dia 06 de julho, foi a vez do tender, muito mais leve, foi transportado na própria prancha do caminhão guincho.  Foto 40 











Ela ficou MAJESTOSA,  de volta à plataforma!
As pichações já foram removidas e vai passar por uma recuperação. Vai ganhar pintura e os acessórios. A Elisabeth Friedmann, mãe da menininha da foto,  lembra-se das cores; a locomotiva era escura, talvez preta, e o tender, verde oliva. Os trilhos vão ser aqueles que ainda estão na praça Brasil. Futuramente, ela deverá voltar para os trilhos através do projeto "Caminho dos Pinhais".   Foto 41



VEJA MAIS:


Créditos:
Fotos:
01, 02, 10, 12, 15, 17, 18,
25, 27, 28, 29, 30, 39 e 40: José Alfeo Röhm
03:  DouradoCidadeOnline
03.1: Alberto Henrique Del Bianco
04, 05, 06, 11, 13, 14, 19,
20, 21, 22, 23, 24, 26, 31,
32, 33, 34, 35, 36, 37 e 38: Frederico Friedmann
07: José "Alemão" João
09: Acervo  Antonio Alfonso Luciano - José "Alemão" João
08:  São Carlos Agora - Djalma Chinaglia
16 e 41: Marina Dino
Colaboraram:
Alberto Henrique Del Bianco
Antonio Carlos Lopes da Silva
Carlos Vitor da Silva
Maria Nazareth, Daniel e Lika Röhm
Valentim Gueller Neto
Participação especial:
Frederico Friedmann
As fotos de autoria dele, futuramente também serão utilizadas no livro "Almanaque de São Carlos IV: Maria Fumaça 821 e outros temas", do pesquisador sobre a história de São Carlos,  Marco Antonio Leite Brandão - "Marco Bala".

Obrigado por sua agradável companhia, nos encontraremos certamente na Estação 42.
Abraços, Alfeo.

OBS: Se você tiver dificuldade em fazer um comentário na janela aí abaixo, entre como anônimo, e cite seu nome e e-mail no final do texto.

4 comentários :

Malu Gobbi disse...

Alfeo,

Maravilhoso trabalho.
Gostei muito de ver o que faz aqui.Você pode não se lembrar de mim, mas fomos colegas no Primário no IEAG desde a primeira série.(Maria Lucia Prado Blanco)
Também sei quem é o Frederico.Meu pai trabalhou muitos anos com o pai dele na Germano Fehr, Sr George Friedmann , por quem sempre teve grande admiração e respeito.Abraços fraternos.malu.gobbi@gmail.com

Anônimo disse...

Que belo trabalho!
Parabéns pelas iniciativas!
tudo que é bom deve ser preservado!

(((BETO)))

Hérico J. Rechi disse...

Alfeo,

Ótimo trabalho. Parabéns a todos.

Hérico Rechi (EFPP)

carlos disse...

quando o ramal de São Carlos a Santa Eudoxia foi desativado , eu morava na região , parabéns , um ótimo trabalho de restauração.....

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!